Chef-celebridade Jamie Oliver decreta “imposto do açúcar” em seus restaurantes

Visando combater obesidade, Jamie Oliver, famoso defensor da boa alimentação, cobrará mais caro de quem quiser tomar refrigerantes.

chef jamie oliver imposto do acucar
[dropcap type=”1″]O[/dropcap] chef Jamie Oliver é um grande defensor de uma alimentação leve, prática e saudável. Há anos, ele luta para convencer as pessoas – em especial os mais novos – a se alimentar bem, trocando o fast food por comida natural e feita em casa. Sua cruzada pela boa saúde continua, e foi parar agora na conta de quem visita seus restaurantes.

[pull_quote_right]Refrigerantes são, de longe, a maior fonte de açúcar entre os jovens, então precisamos começar aí[/pull_quote_right]

A partir deste mês, quem fizer uma refeição nos restaurantes de Jamie pagará mais caro se quiser tomar refrigerantes.

O cozinheiro, famoso aqui no Brasil pelos livros de receitas e programas de culinárias transmitidos no canal a cabo GNT, anunciou que adicionará um “imposto do açúcar” em qualquer bebida açucarada que for vendida nos mais de 30 restaurantes  que levam seu nome no Reino Unido, terra natal do chef.

 

AÇÚCAR – INIMIGO PÚBLICO NÚMERO 1

[dropcap type=”1″]A[/dropcap] medida é uma represália contra o governo inglês, que anunciou no início de junho que não irá sobretaxar bebidas açucaradas. A medida havia sido defendida por várias entidades. Segundo elas, refrigerantes mais caros ajudariam a combater as epidemias de sobrepeso e obesidade que acometem boa parte dos países ocidentais.

“Eu tenho visto de perto os terríveis efeitos da má dieta e do excesso de açúcar na saúde e no futuro de nossas crianças”, disse Jamie em entrevista à imprensa britânica.

jamie oliver imposto do acucar

“Crianças novinhas estão tendo que arrancar vários dentes [por causa da má alimentação] e uma em três crianças está deixando de ir à escola por causa do sobrepeso e da obesidade”, relata o chef.

Buscando combater esta tendência, os cardápios dos restaurantes de Jamie conterão um alerta sobre os perigos do consumo de açúcar, além de um acréscimo de R$0.50 no preço de todas as bebidas açucaradas.

O dinheiro arrecadado com o “imposto do açúcar” será revertido para uma ONG que promove boas práticas agrícolas e refeições balanceadas.

familia jamie oliver
Jamie, sua esposa e os quatro filhos: nada de refris em casa

“Eu nasci em meio à indústria dos restaurantes, e realmente acredito que, se nós nos unirmos, vamos não apenas enviar uma mensagem poderosa ao governo, mas também teremos o potencial de deixar um legado duradouro que poderá se espalhar pelo mundo”, profetizou Jamie.

 

O EXEMPLO VEM DE CASA

[dropcap type=”1″]J[/dropcap]amie jamais deixa seus quatro filhos tomarem refrigerantes. Em sua casa, refresco é sinônimo de água ou suco diluído de frutas.

Mas não pense que as crianças odeiam ter que beber apenas água quando estão com sede. Sendo um chef criativo, Jamie ensinou-as desde cedo a “incrementar” a bebida, acrescentando fatias de limão, laranjas e morango. Adicione um pouquinho mais de gelo e estará pronta uma opção ao refrigerante que é gostosa, refrescante e muito mais saudável, contendo quase nada de açúcar – bem ao gosto da família Oliver.

1 COMENTÁRIO

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui