Flavonóides do cacau “turbinam” o cérebro e ajudam a memória

Pesquisa mostra que os flavonóides, moléculas presentes no cacau, fazem muito bem à saúde cerebral.

cacau flavonoides saude
Cacau: mil e uma utilidades na melhora da saúde e "turbinador" da capacidade de memorização.

Você já se esqueceu do nome de um conhecido? De onde deixou as chaves de casa, ou por que motivo abriu a geladeira? Estes lapsos de memória ficam cada vez mais comuns conforme envelhecemos e só se tornam problemas mais sérios lá pelos 50, 60 anos ou mais. Eles não são sintoma de nenhuma doença, são meros reflexos de uma mente mais “cansada” por causa da idade.

Este mês, um grupo de cientistas norte-americanos fez duas descobertas surpreendentes sobre nossa memória e os “brancos” que às vezes surgem. Em primeiro lugar, eles foram capazes de mostrar que existe uma região específica do cérebro que “controla” os lapsos de memória. Em segundo lugar – e mais importante para nós! -, o grupo mostrou que existe uma maneira de deixar esta região mais saudável: consumir um produto natural retirado do cacau.

 

UMA DOCE COOPERAÇÃO

A pesquisa foi publicada na revista Nature Neuroscience por cientistas da Universidade de Columbia, nos EUA.

Os pesquisadores, em colaboração com a empresa alimentícia Mars (a que produz guloseimas como os M&M’s), criaram um extrato de cacau especial que mantinha uma alta concentração de flavonóides. Os flavonóides são moléculas presentes no fruto e que são quase inteiramente perdidas durante o processo tradicional de se fazer chocolate.

Um grupo de idosos voluntários ingeriu o extrato, em forma de bebida, durante três meses. A seguir, os cientistas mediram a capacidade de memorização dos velhinhos e realizaram testes para determinar se havia ocorrido alguma mudança em seus cérebros.

 

chocolate cacau saudeSEGREDOS DO CACAU PARA A BOA MEMÓRIA

Se, no início dos experimentos, um voluntário tinha a capacidade de memorização de um idoso típico de 60 anos, após três meses essa pessoa estava com a memória típica de um adulto de 30 ou 40 anos“, revelou o dr. Scott A. Small, um dos autores do estudo.

Além da melhora na memorização, houve aumento da eficiência cerebral em uma região conhecida como “giro dentado”. Com os resultados, os pesquisadores puderam correlacionar esta região do cérebro às perdas de memória comuns em pessoas mais velhas.

 

DEVO COMER BASTANTE CHOCOLATE PARA FORTALECER A MENTE?

Os pesquisadores advertem que ingerir grandes quantidades de chocolate não vai adiantar em nada em quem pretende melhorar a memória.

Apesar do chocolate vir do cacau, é necessário um método super específico para que os flavonóides sejam extraídos das sementes e se mantenham intactos. Durante o processamento para transformação em chocolate, os flavonóides são, em grande parte, perdidos.

O método para extração dos flavonóides utilizado neste estudo foi patenteado pela Mars.

O grupo de cientistas avisou que pretende realizar mais estudos a fim de compreender em maiores detalhes os efeitos dos flavonóides na memória, inclusive de quem ainda é jovem.

1 COMENTÁRIO

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui