Hipertensão: que tal trocar o sal pelo orégano?

Segundo pesquisa, pessoas com pressão alta (hipertensão) preferem comida mais salgada. Opção é trocar o sal pelo gostoso tempero. Veja como.

oregano bom para a saude

O uso de orégano ou outras ervas finas nos alimentos pode ajudar hipertensos a reduzirem o consumo de sal, segundo pesquisa desenvolvida por nutricionistas da Universidade de São Paulo (USP), na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto(FMRP). Um estudo com 120 pessoas revelou que pacientes que sofrem de pressão alta preferem alimentos com maior dosagem de sal e com dosagem intermediária, se o alimento estiver acompanhado desses condimentos.

O objetivo da pesquisa era determinar se realmente existia preferência por alimentos salgados e acabou comprovando cientificamente uma recomendação culinária que substitui o sal da comida por temperos, segundo a nutricionista Patrícia Villela. O estudo foi feito com homens e mulheres que foram divididos em quatro grupos: com idosos hipertensos, idosos com pressão normal (ou normotensos), jovens hipertensos e jovens sem a doença.

Os participantes receberam três amostras de pães com diferentes dosagens de sal. O primeiro era semelhante ao produzido nas padarias de todo o país, com o teor de 1,8% de sódio. O segundo tinha uma quantidade inferior, com 1,2%, e o terceiro a maior quantidade de sal, 2,4%, que representa o consumo máximo recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), igual a cinco gramas de sal por dia.

Testes
Sem perceber uma diferença de textura ou visual nos pães, os pacientes provaram os três tipos, tomando um copo de água entre cada teste e revelaram as preferências. “A maioria dos pacientes hipertensos preferiram as amostras mais salgadas. Independentemente da idade. Então, tanto os idosos quanto os jovens hipertensos preferiram as amostras mais salgadas”, afirmou Patrícia. Ainda de acordo com os resultados do teste, as pessoas sem pressão alta preferiram o pão com o teor de sódio intermediário, encontrado normalmente nas padarias.

Hipertensa, Teresinha participou da pesquisa e preferiu pão com mais sal (Foto: Antonio Luiz/EPTV)

O maior consumo de alimentos salgados na dieta dos pacientes hipertensos também ficou comprovado através de testes de urina. “Observamos que os pacientes hipertensos além de preferirem os alimentos mais salgados, eles têm uma maior excreção de sódio, mostrando que o consumo é alto em toda a dieta”. O excesso de sal na alimentação de pessoas hipertensas pode levar a derrame, infarto e Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Alternativas
A aposentada Teresinha de Jesus Carneval foi uma das pessoas que participaram da pesquisa. Com hipertensão, ela não nega sua preferência pelos alimentos mais salgados. “Eu gosto de alimentos mais salgadinhos, porque eu acho mais saboroso. Mas eu tento me controlar por causa da hipertensão. Então eu tento evitar. Fazer as coisas com menos sal, comprar coisas com menos sal”, disse.

Ela também participou de um segundo experimento, em que foi mantido o teor de sal dos pães, mas foi adicionado orégano durante a sua preparação. “Ele tinha um sabor diferente. Era mais gostoso. Eu senti mais o sabor”, afirmou Teresinha. Nessa etapa da pesquisa foi observado que temperos naturais, como o orégano, podem agradar o paladar daquelas pessoas que gostam de alimentos mais salgados, mesmo com um teor menor de sal.

“Uma vez adicionada essa erva, por ser um tempero mais bem aceito na população, os pacientes hipertensos que gostavam das amostras mais salgadas preferiram as amostras de médio sal. Já os pacientes com pressão normal, os não hipertensos que já preferiram aquelas amostras com média concentração de sal passaram a preferir as amostras com menos concentração de sal”, explicou a nutricionista.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui