Nas férias, o importante é fazer a criançada se mexer!

Para a maior parte dos jovens, férias é sinônimo de ficar em casa assistindo TV. Veja como o hábito faz mal à saúde e o que podemos fazer para tirar a meninada do sofá.

jovens praticando esportes
[dropcap type=”1″]J[/dropcap]á estamos na metade das férias de julho, e o que você mais tem observado: crianças e adolescentes correndo pelas ruas, se exercitando, ou trancadas em casa, na frente da telinha?

Nos dias de hoje, as férias não são mais sinônimo de brincadeiras ao ar livre. A criançada prefere ficar em casa sem fazer muita coisa, em atividades sedentárias como assistir TV, mexer no computador e comer “porcarias” (salgadinhos, refrigerantes, pipoca, bolachas…). Isto até pode ser gostoso, mas é péssimo para o corpo e para a formação de hábitos. Afinal, sedentarismo e má alimentação são o passaporte para o sobrepeso e a obesidade.

[quote_center]VOCÊ SABIA?

Estima-se que 80% das crianças obesas se tornarão adultos também obesos. Por isso, quanto mais cedo forem ensinados bons hábitos de saúde, melhor![/quote_center]

O que fazer para tirar os jovens do marasmo e trazer mais atividade para a vida deles nesta época de férias? Listamos algumas sugestões simples que são certeza de muita diversão e saúde para as férias de julho!

 

[dropcap type=”1″]U[/dropcap]ma pesquisa feita nos Estados Unidos mostrou que, por lá, a molecada também prefere ficar de pernas para o ar durante as férias. Os resultados estão na última edição do Journal of School Health.

criancas sedentarismo
Estudos apontam que crianças e adolescentes ativos são mais felizes e menos “rabugentos”.

No hemisfério norte, agora é época das férias de verão. O termo remete a brincadeiras na rua, prática de esportes, piscina, praia…mas não é o que acontece. Segundo o estudo, realizado por cientistas da Universidade de Columbia, a maior parte dos jovens prefere ficar em casa, assistindo TV e se alimentando mal.

De acordo com os resultados do estudo, a maior parte das crianças (independente da idade, sexo, ou nível social dos pais) aproveita as férias de maneira sedentária. Assistem, em média, 20 minutos a mais de TV do que em dias de aula, se exercitam no máximo por 5 minutos e consomem 85g a mais de refrigerantes açucarados.

Nos EUA, 1 entre cada 6 crianças já é obesa.

 

DICAS PARA ‘ATIVAR’ A CRIANÇADA NAS FÉRIAS

1. Lugar de criança é na cozinha!

Uma das maneiras mais eficientes de melhorar a maneira como as crianças comem é trazê-las para a cozinha. Com uma boa dose de paciência e uma pitada de bom humor, é possível se divertir muito enquanto vocês preparam os alimentos. Na hora de cozinhar juntos, busque fazer receitas com verduras, legumes e frutas (há várias dicas aqui no SobrePeso, inclusive de doces deliciosos e com açúcar na medida certa!). Desta forma, estará estimulando a curiosidade e aprimorando o paladar para comidas mais saudáveis.

cozinhando com as criancas

2. Respire fundo e…brinque muito com seus filhos!

Participar de brincadeiras, desde jogos de tabuleiro até atividades ao ar livre, fortalece os laços familiares e cria situações memoráveis. Separe um pouquinho de energia para jogar bola ou brincar de esconde-esconde com as crianças – elas vão adorar, e você estará estimulando atitudes que fazem bem à saúde.

3. Nova aventura: explorar a cidade!

Aproveite o período de férias para conhecer melhor seu bairro. Espaços verdes, de contato com a Natureza, são uma ótima pedida. É muito importante levar a criançada para fora de casa e ensiná-las a se aventurar pela cidade! Se puderem aproveitar e brincar bastante ou praticar um esporte, melhor ainda. Atividades físicas geram uma sensação de felicidade no corpo, e isto é importante para convencer os jovens a deixar o sedentarismo de lado.

pais brincando com os filhos ao ar livre
Participar de brincadeiras ao ar livre é uma oportunidade de ouro durante as férias.

4. Já ouviu falar do “dia offline”?

Vivemos tão dependentes da tecnologia que pode ser um enorme desafio passar um dia inteiro sem acessar a internet, conversar pelo telefone ou assistir TV. Mas, acredite, às vezes ficar “offline” faz muito bem, tanto para o corpo quanto para a mente.

Muita gente já é adepta do “dia offline”, um dia inteiro (ou, pelo menos, algumas horinhas) desconectado. Aproveite para sair para a rua com seus filhos, passear por parques públicos, caminhar, praticar esportes, cozinhar, ou seja, divertir-se de maneira saudável e sem nenhuma preocupação! Valerá a pena e ensinará os pequenos a valorizar um estilo de vida mais ativo e menos dependente das telinhas!

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui