A relação entre o coração, o diabetes…e a testosterona!

Pesquisa indica que chances de aterosclerose - uma das doenças mais comuns no coração - está relacionada aos níveis de testosterona e ao diabetes tipo 2!

saude do coracao

Já ouviu falar na aterosclerose? Este nome complicado indica uma condição de saúde na qual placas são formadas nas paredes das artérias, dificultando o fluxo do sangue no coração. Estas placas surgem quando há muita gordura e colesterol na circulação. Agora, uma nova pesquisa científica acrescenta outros dois itens na lista de fatores que contribuem para o desenvolvimento da doença.

De acordo com um estudo publicado na revista científica Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, homens que estão com diabetes tipo 2 e têm níveis baixos de testosterona – o “hormônio masculino” – apresentam chances 6x maiores de ter a artéria carótida mais grossa (quando comparados a diabéticos tipo 2 com níveis normais de testosterona).

Isto significa que estes homens correm riscos 54% mais altos de sofrer doenças cardiovasculares.

“Nosso estudo indica uma forte associação entre concentrações baixas de testosterona e a severidade das placas ateroscleróticas, assim como a outros marcadores da doença”, escreveu o médico Javier Mauricio Farias, um dos autores do estudo.

Farias deixou claro que os resultados não explicam se a testosterona contribui diretamente para o desenvolvimento da aterosclerose, ou se apenas sugere um risco elevado. De acordo com o pesquisador, “o estudo é um avanço importante na compreensão dos riscos de eventos cardiovasculares em homens que têm tanto níveis baixos de testosterona quanto diabetes tipo 2″.

 

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui