Dicas para antes e depois da malhação!

Acompanhe a chegada às academias de uma família gaúcha e aprenda com eles as melhores dicas para iniciar as atividades físicas!

familia na academia

Esta semana ficou marcada para a família Subtil. É que Ari, Luciana, Tais e Nicole estrearam na academia e estão empenhados em investir nos exercícios físicos. Na matéria do Pioneiro deste fim de semana você pode conferir como foi a experiência para eles.

E para mostrar como estão levando o assunto a sério, os quatro devem engatar uma caminhada neste sábado, se o clima instável de Caxias do Sul permitir. Tudo com a orientação da educadora física Ane Fidler, que está acompanhando todos os passos da família no mundo das atividades físicas.

Abaixo, veja algumas dicas bem importantes sobre alimentação antes e depois do exercício físico.

Antes da atividade física:

* Nunca pratique atividade física em jejum — há o risco de hipoglicemia (a diminuição da taxa de açúcar no sangue), que pode provocar mal-estar, tontura e até desmaio
* Faça uma refeição leve cerca de 40min a 1h antes do exercício. Ela deverá sempre conter carboidratos, principalmente aqueles de baixo a moderado índice glicêmico (pães integrais, arroz integral, batata-doce, salada de frutas, iogurte ou açaí acompanhado de cereais, como linhaça, aveia ou quinoa) e proteínas (peito de frango, atum, queijos brancos, peito de peru, ovos, iogurtes e quinoa)
* Para evitar a distensão abdominal, evite o consumo de alimentos com excesso de fibras antes do exercício
* É desaconselhada a prática de atividade física imediatamente após as grandes refeições (almoço e jantar)
* A hidratação é essencial a qualquer momento — antes, durante e depois do exercício — para hidratar o corpo e manter a temperatura equilibrada.

Após a atividade física:

* Continue a hidratação para repor a perda hídrica.
* Tente incluir uma refeição após o exercício. O ideal é que ela seja realizada nas duas primeiras horas após a prática. Procure ingerir frutas (mamão, laranja, acerola, goiaba), legumes, verduras, castanhas, gérmen de trigo, cereais integrais, peixes e frutos do mar, pois são fontes de antioxidantes (vitamina C, E, zinco e selênio) e ajudam na diminuição da ação dos radicais livres (substâncias que danificam células saudáveis). É sempre importante incluir, associando ao carboidrato, fontes de proteínas para o reparo muscular e para favorecer aumento da massa magra.
* O consumo de módulos de proteína (Whey Protein), cápsulas de aminoácidos ou hipercalóricos só poderão ser utilizados sob orientação de um médico ou nutricionista.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui