Estudo: tomar pílulas para emagrecer estimula a comilança

Efeito psicológico do uso de pílulas emagrecedoras foi analisado em nova pesquisa científica. Resultados sugerem que tomá-las sem conhecer seus efeitos no corpo leva ao aumento de peso.

pilulas para emagrecer

Imagine um prato cheio de deliciosos cookies de chocolate na sua frente. Imagine também ser informada de que há um potente remédio que combate a obesidade para você tomar depois de comer os cookies. Nesta situação, será que você comeria mais do que o normal ou apenas ingeriria a quantidade de cookies que te deixasse satisfeita?

[quote_right]Será que pílulas que prometem emagrecer rápido estão, na verdade, incentivando o sobrepeso?[/quote_right]

Uma nova pesquisa tentou descobrir qual seria o comportamento das pessoas diante de uma situação como esta. O objetivo do estudo era analisar o efeito de remédios que combatem a obesidade no comportamento alimentar. Os cientistas partiram da hipótese de que, talvez por saber que há como tratar o excesso de peso, as pessoas se preocupem menos em se manter saudáveis quando têm a opção de tomar pílulas. Assim, os remédios feitos para combater a obesidade estariam, na verdade, incentivando o sobrepeso.

 

VALE A PENA TOMAR PÍLULAS EMAGRECEDORAS?

“Remédios que prometem reduzir os riscos de obesidade podem diminuir a motivação para que se adote um comportamento saudável”, escreveram os cientistas responsáveis pela pesquisa. “Simplificando: porque se esforçar em ter hábitos saudáveis se o problema pode ser resolvido tomando um remédio?”

pesquisa com cookies
Pesquisa inédita utilizou deliciosos cookies de chocolate para estudar comportamento humano.

Um dos estímulos para o estudo foi a constatação de um paradoxo: os remédios para obesidade estão sendo cada vez mais usados, porém o número de pessoas com problemas de peso não para de crescer. A pesquisa alerta que pessoas que precisam perder peso com mais urgência são aquelas que mais buscam os remédios e, infelizmente, são também aquelas mais propensas a aumentar o consumo de alimentos não-saudáveis.

Mas os cientistas trazem boas notícias. Segundo eles, incentivar uma pessoa a procurar mais informações sobre remédios dietéticos pode reduzir bastante a expectativa de que é possível perder peso mesmo mantendo comportamentos não saudáveis. Saber qual remédio você está tomando, assim como seus efeitos, é fundamental para garantir uma boa saúde e o peso na medida certa.

 

CIÊNCIA DOS COOKIES GOSTOSOS

Para testar a influência de um possível medicamento para obesidade no consumo de alimentos, os pesquisadores ofereceram um prato cheio de cookies de chocolate para dois grupos de voluntários. Um dos grupos foi avisado, antes do experimento, de que um novo e potente remédio contra obesidade havia sido desenvolvido; o outro não. Os participantes do grupo que acreditava na existência do remédio comeram muito mais cookies do que os demais – alguns chegaram a comer até 30 cookies de uma só vez!

Um teste posterior mostrou que, quanto mais o cookie engordava, mais os voluntários comiam – contanto que esperassem receber o remédio para controle do peso depois.

[quote_box_center]PARA SABER MAIS: Nome do estudo: “The Perils of Marketing Weight Management Remedies and the Role of Health Literacy”. Autores: Lisa E. Bolton, Amit Bhattacharjee e Americus Reed. Publicado setembro em “Journal of Public Policy & Marketing”.[/quote_box_center]

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui