Por que dormir fora do horário aumenta o peso?

Cientistas de Israel descobrem que padrões de sono-vigília alterados modificam os microorganismos que vivem dentro de nós, resultando em problemas de saúde como o sobrepeso.

relogio biologico

No dia-a-dia, muita gente já percebeu que quem deixa de seguir os horários tradicionais de sono costuma estar acima do peso, ser obeso ou ter alguma outra complicação metabólica. Isto acontece com freqüência em quem faz longas viagens de avião (daquelas que atravessam diversos fusos-horários) e também em quem trabalha em turnos noturnos. Será que dormir de dia e ficar acordado de noite gera alguma modificação no funcionamento interno do corpo que explicaria este excesso de peso?

Segundo pesquisadores do Instituto Weizmann de Ciência, em Israel, o sobrepeso e a obesidade de quem tem os padrões dia-noite alterados podem ser decorrentes de modificações nos microorganismos que vivem em nossos intestinos!

 

AJUSTANDO O RELÓGIO INTERNO DO CORPO HUMANO

[quote_right]Trocar o dia pela noite deixa as bactérias que vivem em nós “desnorteadas”, e isso pode contribuir para o ganho de peso![/quote_right]

Assim como um relógio mecânico possui diversos componentes que trabalham em harmonia para que as horas sejam exibidas corretamente, nosso organismo também possui componentes que nos ajudam a contar o tempo. O nosso “relógio interno” é chamado de relógio biológico, e suas principais funções são comandadas por um grande conjunto de genes. Quando eles trabalham em harmonia, o corpo sabe direitinho, por exemplo, quando é dia e quando é noite, quando é hora de começar a sentir fome ou sono.

O corpo humano é controlado não apenas por um, mas por uma série de relógio internos. Assim, há um mecanismo específico que correlaciona as horas do dia com os períodos de sono e vigília, e outro mecanismo para gerenciar a fome e o uso dos alimentos ingeridos. Cada um destes mecanismos funciona independentemente um do outro, utilizando genes e moléculas diferentes para trabalhar.

De acordo com a pesquisa israelense, os microorganimos também possuem um “relógio biológico” interno que regula como eles funcionam, e este relógio é ajustado de acordo com o relógio biológico humano. Caso o relógio do humano esteja modificado, também estará o dos microorganismos.

ritmo circadiano
O corpo possui relógios internos que coordenam diversas atividades.

Pessoas que tem o padrão sono-vigília alterado geram respostas no corpo que fazem com que os microorganismos mudem sua “rotina”. Normalmente, eles nos ajudam a digerir e processar melhor os alimentos que comemos, mas isto pode ser comprometido pelas mudanças de horários. Com isso, a maneira como o corpo humano interage com os alimentos é alterada, podendo aumentar as probabilidades de surgirem problemas metabólicos como a obesidade.

“Estas descobertas surpreendentes nos permitem desenvolver tratamentos preventivos para pessoas com ciclos dia-noite cronicamente alterados, para que os riscos de doenças sejam menores”, disse o dr. Eran Elinav, principal autor do trabalho.

Os pesquisadores afirmaram que o estudo pode ajudar no desenvolvimento de terapias com probióticos ou outros alimentos funcionais que ajudem a controlar as modificações na “rotina” dos microorganismos e, assim, diminuir os riscos de obesidade em quem tem os padrões de sono frequentemente alterados.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui