A doença de Parkinson pode ter origem nos intestinos?

Cientistas sugerem que a origem da doença mental pode estar no órgão responsável por digerir os alimentos. Entende a relação aqui.

sistema do corpo humano integracao
É só nos materiais didáticos que o corpo humano pode ser dividido em diversos "setores". No mundo real, tudo funciona em harmonia.
[quote_right]Ontem mesmo o SobrePeso publicou uma matéria exclusiva sobre a influência dos microrganismos que vivem no nosso intestino no controle do peso! Clique aqui para ler :)[/quote_right]

Uma descoberta surpreendente é mais uma prova de que o corpo humano organiza uma total harmonia entre seus diversos componentes – e que, por isso mesmo, cuidar bem do organismo como um todo é uma tarefa fundamental.

Pesquisadores na Universidade de Lund, na Suécia, afirmam em um novo artigo que a origem da doença de Parkinson – um problema no cérebro que dificulta a coordenação motora – pode estar – quem diria? – nos intestinos.

 

UMA VIAGEM POR DENTRO DO CORPO

De acordo com os cientistas, a proteína alfa-sinucleína – normalmente associada ao Parkinson quando encontrada em grandes quantidades no cérebro – começa a ser formada nos intestinos e vai sendo transportada aos poucos até a cabeça, atingindo o centro de coordenação da movimentação no cérebro.

Neste ponto, ela pode se aglomerar e impedir o funcionamento correto das células cerebrais, gerando a doença de Parkinson.

Tal trajeto entre intestinos e cérebro foi observado pelo grupo de estudos liderado pelo professor Jia-Yi Li no recente estudo.

“Fomos capazes de provar que o processo causador da doença pode viajar do sistema nervoso periférico ao sistema nervoso central, neste caso a partir da parede dos intestinos até chegar ao cérebro”, afirmou Jia-Yi.

“A longo prazo, a descoberta pode nos trazer novos alvos terapêuticos para tentar diminuir o ritmo de progressão ou parar o avanço da doença em estágios iniciais”, completou.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui